martamars@gmail.com

O branco é paisagem

O branco é paisagem
MyFreeCopyright.com Registered & Protected

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Quando entro numa Igreja benzo-me.
Não sou católica
Em nome dos avós, dos bisavós,
da educação e de um gesto que já não me pertence,
ámen.

Cada vez mais breve
cada vez mais vazio.

Não dá para ir à Internet
ver onde se guarda a loiça apropriada
ou como se recebe o padre.
Não faz mal, o padre em breve deixará de vir.

Quando eu deixar de vir
fica o museu de portas fechadas
e os mortos ficam com as lembranças deles
e as minhas emprestadas.

As badaladas continuarão a ressoar
os passos pesados no soalho.

E a vida, se lhe apetecer, ressurgirá de outra maneira qualquer.